fbpx

Startup russa vende ‘imortalidade digital’ com clones-robôs de pessoas

A startup russa Promobot está vendendo robôs-clones autônomos que podem ter a aparência de pessoas reais. Fica a cargo do comprador escolher quem copiar. Segundo o co-fundador da empresa, Oleg Kivokurtsev, o Robô-C é uma digitalização da personalidade original e a criação de uma aparência individual. “Como resultado, oferecemos aos nossos consumidores uma imortalidade digital”.

Para Aleksei Iuzhakov, chefe da direção do Promobot, todos poderão encomendar um robô com qualquer aparência, seja para uso pessoal ou profissional. “Imagine uma réplica do Michael Jordan vendendo uniformes de basquete e William Shakespeare lendo seus próprios textos em um museu”, completou.

Os Robôs-C não podem andar, mas seu pescoço e tronco possuem três graus de movimento, de acordo com o site da startup. Além disso, seu rosto possui 18 partes móveis, que permitem o robô produzir 600 micro expressões e sua inteligência artificial pode criar até 100 mil módulos de fala.

Em uma entrevista à CNBC, a empresa anunciou que já está recebendo pedidos e, por enquanto, está construindo quatro clones. Enquanto um deles atuará em um centro de serviços governamentais para executar funções diversas – como escanear passaportes, o outro será um clone de Albert Einstein para uma exibição de robôs. Por fim, segundo a CNBC, os últimos dois robôs serão os clones de um pai e uma mãe de uma família no Oriente Médio, com o propósito de cumprimentar os convidados.

Fonte: Olhar Digital

Conteúdos Relacionados

 

Ingressos

O benefício da meia-entrada é válido para Estudantes / Doadores de Sangue / Idosos / PCD / Professores / Portadores do Voucher Geek City e descontos de parceiros.