fbpx

O ano 2000, imaginado em 1900

Quando o século 20 começou, o mundo esperava um futuro brilhante. Era um grande momento da Era Industrial, com luz elétrica, automóveis, gramofones, rádios e dirigíveis sendo apresentados pela primeira vez a uma audiência estupefata.

Para celebrar a passagem, Jean-Marc Côté e outros artistas franceses foram convidados a criar uma série de ilustrações, chamada Em L’An 2000 (No ano 2000), tentando prever como seria o mundo dali a 100 anos.

Pelo menos 87 imagens foram publicadas como pôsteres, cartões ou em caixas de cigarros, coincidindo com a Exposição Universal de Paris de 1900. Elas trazem diversas divagações sobre como seria a vida no futuro.

Veículos voadores, robôs que ajudam nas tarefas cotidianas e máquinas de vários tipos aparecem nas previsões. Os artistas tinham certa obsessão por asas acopláveis, que seriam usadas por profissionais como bombeiros, policiais e carteiros.

Apesar da hilária falta de esforço em imaginar qualquer mudança na moda ou nos costumes, Côté foi certeiro em várias de suas previsões. Confira abaixo.

A automatização facilitaria a vida de muitos profissionais, como os barbeiros:

 

Os fazendeiros nem teriam que sujar as mãos:

A pecuária veria uma revolução com a máquina de fazer pintinhos:

Alfaiates veriam sua função ser automatizada:

Professores só teriam que usar máquinas para injetar o conteúdo dos livros nos cérebros dos alunos:

Estações de veículos aéreos tomariam conta da cidade:

Navios do ar, como eram chamados os dirigíveis, seriam bem literais:

Usando trajes com asas, policiais percorreriam o céu atrás de criminosos – que fugiriam em seus carros voadores:

O dia a dia dos carteiros seria bem mais emocionante:

E os bombeiros usariam roupas com asas para combater os incêndios com mais facilidade:

Máquinas que fazem as unhas e arrumam os cabelos seriam objetos comuns nas casas:

Além de invenções que ajudariam na limpeza:

Não só a ópera não sairia de moda, como seria executada por robôs:

Que tal se aquecer diante de uma lareira radioativa:

Ou viajar pelo fundo do mar montado em uma baleia:

Muitas dessas imagens acabaram esquecidas com o tempo, mas foram redescobertas pelo escritor Isaac Asimov que, em 1986, publicou dezenas delas no livro Future Days: A Nineteenth Century Vision of the Year 2000 (Dias do Futuro: Uma visão do século 19 sobre o ano 2000).

Fonte: Aventuras na História

Conteúdos Relacionados

 

Ingressos

O benefício da meia-entrada é válido para Estudantes / Doadores de Sangue / Idosos / PCD / Professores / Portadores do Voucher Geek City e descontos de parceiros.