fbpx

Surgem mais detalhes sobre o Scarlett, o(s) sucessor(es) do Xbox One

Surgem mais detalhes sobre o Scarlett, o(s) sucessor(es) do Xbox One
25/07/2018 Redação GC

Surgem mais detalhes sobre o Scarlett, o(s) sucessor(es) do Xbox One

Phil Spencer confirmou durante a E3 que, sim, a Microsoft está trabalhando no seu console (ou consoles) de próxima geração. O projeto, batizado de Scarlett, já foi alvo de rumores de que pode se tratar de não só um aparelho, mas uma família de aparelhos.

Agora, segundo Brad Sams, do site Thurrott, alguns detalhes começaram a surgir na superfície que podem dar uma boa ideia do que vem por aí. As primeiras informações sugerem com certeza que há mais de um console – dois, mais especificamente.

Só que a informação interessante ainda não é essa: ao que tudo indica, um dos consoles será um mais convencional de próxima geração, com as esperadas melhorias de hardware e capacidade, enquanto o outro seria um setup mais simples, só que voltado para utilizar o serviço de cloud gaming da Microsoft, apresentado internamente pela primeira vez em 2013 e chamado por uma das fontes de Sams de “Scarlett Cloud”.

Esse console mais simples teria capacidade de processamento suficiente para atividades básicas, para processamento de input de controle, processamento de imagem e detecção de colisão. A ideia é que o console tenha um custo significativamente mais baixo do que o aparelho padrão e dê uma abrangência maior de mercado para a Microsoft.

Segundo Sams, isso é particularmente importante, visto que a empresa não costuma ter uma margem de lucro muito grande com a venda dos consoles, mas vê sua fonte de receita principal nos serviços que presta, como é o caso da Live, do Gamepass e, lógico, com a venda dos jogos. Fazer um conjunto de hardware mais acessível e que dependa desses serviços pode ajudar ainda mais nas finanças da empresa.

O funcionamento de tudo seria bem curioso, visto que uma parte do jogo rodaria localmente e a outra porção (a maior), seria acessado via streaming e é aí que o serviço de cloud da Microsoft faria o serviço de integração das duas partes e sincronização. Graças à estrutura global de servidores da companhia, isso torna todo o processo mais viável. As fontes de Sams afirmaram que essa descentralização de servidores pode ajudar também na redução da latência de forma geral.

Por fim, todos os jogos feitos para os aparelhos da família Scarlett serão compartilhados, segundo as fontes. Isso significa que o que você poderá jogar no console principal também estará disponível no console focado em streaming (algo como já acontece hoje entre os consoles da família Xbox).

Seguindo o que disse Michael Patcher, os consoles devem aparecer em 2020.

Fonte: Voxel

SAIBA TUDO QUE ESTÁ ROLANDO!

Newsletter

Posts relacionados