fbpx

China está literalmente lavando dinheiro para barrar Coronavírus

Enquanto o termo “lavagem de dinheiro” é amplamente utilizado atualmente por causa de casos de corrupção, a China está levando a expressão ao pé da letra devido ao Coronavírus. Segundo explica a agência de notícias Bloomberg, o país começou a recolher cédulas nos epicentros da doença e está realizando um processo de limpeza rigoroso para evitar que o dinheiro ajude na proliferação da epidemia.

O Banco da China decretou que a população precisa devolver cédulas presentes em hospitais, mercados e veículos do transporte público que estão dentro de zonas de proliferação do coronavírus. Entre 3 e 13 de fevereiro, o governo já conseguiu tirar mais de US$ 1,1 bilhão de circulação na província de Guangdong.

Após realizar a coleta, o governo distribui novas cédulas para a população e realiza um rigoroso processo de limpeza com as notas que estavam em circulação. Segundo um comunicado do governo, o processo envolve raios ultravioleta e uma quarentena de até 14 dias antes de colocar o dinheiro para ser utilizado pela população. Até o momento, mais de US$ 429 milhões já passaram pelo procedimento e estão sendo utilizados novamente sem riscos de proliferar o coronavírus.

Enquanto uma vacina para a doença ainda está em desenvolvimento, a China investe em formas de prevenir a proliferação do vírus. Recentemente, o governo do país lançou um aplicativo para que a população saiba se teve contato com alguém infectado com o vírus ou se esteve em alguma possível zona de perigo.

Desde o início do surto do novo coronavírus na China, mais de 70 mil pessoas já foram infectadas pela doença Covid-19, causada pelo vírus, e 1,7 mil vítimas morreram por causa da epidemia no país.

Fonte: Tecmundo

Conteúdos Relacionados

 

Ingressos

O benefício da meia-entrada é válido para Estudantes / Doadores de Sangue / Idosos / PCD / Professores / Portadores do Voucher Geek City e descontos de parceiros.