fbpx

60% dos brasileiros já teve dados vazados, diz pesquisa

A IBM realizou uma pesquisa global sobre a privacidade de dados em 11 países, incluindo o Brasil, envolvendo cerca de 11 mil pessoas. O estudo concluiu que, de uma forma geral, as pessoas estão insatisfeitas com a maneira com a qual a maioria das empresas lida com suas informações: no Brasil, 96% dos entrevistados acham que as organizações não tratam seus dados como deveria.

Para João Rocha, líder de segurança digital da IBM Brasil, a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais deverá amenizar problemas relacionados à privacidade e segurança.

“Empresas que coletam, armazenam, gerenciam ou processam dados têm a obrigação de tratá-los com responsabilidade, e a LGPDP assegurará isso. Por isso, é importante que as organizações comecem a se preparar o quanto antes e concentrem seus esforços na segurança e privacidade”, Disse Rocha.

A LGPDP entrará em vigor em agosto de 2020. Empresas globais como Facebook, Apple, Microsoft e Google não terão problemas para se adequar à nova legislação, uma vez que atuam em países que já contam com leis parecidas, como os EUA e a União Europeia.

60% dos brasileiros já teve dados vazados

Segundo a pesquisa da IBM, que foi conduzida pelo The Harris Poll, seis em cada 10 brasileiros afirmaram que já sofreram vazamentos de dados, ou conhecem alguém que já passou pela mesma situação. A metade dos brasileiros entrevistados disse ter conhecimento de que seus dados são compartilhados, senão por todas, mas pelo menos pela maioria das empresas. No Brasil, 81% dos usuários afirmaram ter perdido o controle de como suas informações pessoais são usadas pelas empresas.

O estudo também constatou que os consumidores, em todo o mundo, estão exigindo um tratamento mais adequados para seus dados pessoais.

Fonte: Tecmundo

Conteúdos Relacionados

 

Ingressos

O benefício da meia-entrada é válido para Estudantes / Doadores de Sangue / Idosos / PCD / Professores / Portadores do Voucher Geek City e descontos de parceiros.