fbpx

23 anos da ovelha Dolly, o primeiro mamífero clonado da história

Conheça o experimento, de suma importância para a Biologia, que representou um grande marco para a humanidade

Crédito: Wikimedia Commons

Em 5 de julho de 1996, a Humanidade atingiu um marco histórico: pela primeira vez, nascia um mamífero clonado a partir de uma célula adulta. Trata-se de Dolly – o nome é uma homenagem a Dolly Parton, cantora country e atriz.

O mundo só ficou sabendo desse feito no ano seguinte, quando a já se mostrara saudável, com sete meses de idade. Foi um grande marco para a Biologia.

Dolly foi clonada a partir de células adultas da glândula mamária, numa técnica conhecida como transferência somática de núcleo, em que se unem a célula doada à estrutura de um óvulo sem núcleo.

A realização é fruto do extenso trabalho do biólogo britânico Keith Campbell, que trabalhou pelo Instituto Roslin, da Escócia, junto a Ian Willmut, embriologista da Universidade de Edimburgo. Segundo Campbell, até 2006, Willmut tinha recebido todo o crédito, mas, neste ano, admitiu a intensa contribuição do britânico.

Dolly teve seis filhotes durante a vida, até que começou a demonstrar sintomas de envelhecimento precoce, assunto discutido até hoje na Comunidade Científica. A ovelha morreu sacrificada em 2003, por ter uma doença pulmonar sem cura. Hoje está empalhada e exposta no Museu Real da Escócia.

 

Fonte: Aventuras na História

Conteúdos Relacionados

 

Ingressos

O benefício da meia-entrada é válido para Estudantes / Doadores de Sangue / Idosos / PCD / Professores / Portadores do Voucher Geek City e descontos de parceiros.